Tuesday, March 21, 2006

update

Acabado o período de comentários começam a ser conhecidas as posições dos diversos operadores, veja aqui a da Vodafone e a da Tele2

update

Acabado o período de comentários começam a ser conhecidas as posições dos diversos operadores, veja aqui a da Vodafone e a da Tele2

Monday, March 06, 2006

E agora sim: a defesa

Acompanhe aqui as notícias quentes sobre a defesa da OPA apresentada por Miguel Horta e Costa.
E leia aqui e aqui os relatórios dos conselhos de administração da PT e da PTM entregues hoje à CMVM.

(Fantástico: nem deixaram que terminasse o prazo legal dos 8 dias para resposta...)

O artigo do mês de Fevereiro - Luciano Amaral na Atlântico

E o melhor artigo de opinião sobre a OPA publicado durante o mês de Fevereiro é "O desenvolvimento do capitalismo em Portugal", por Luciano Amaral, na última edição da excelente revista de ideias e debate Atlântico (que até tem um blogue - este).

Nesse artigo, Luciano explica-nos algumas coisas essenciais sobre a OPA, sobre o capitalismo e sobre a permanência do controlo do Estado nas empresas. Mas também levanta muitas dúvidas, pois "é mais aquilo que se ignora do que o que se sabe" sobre o negócio.

O artigo termina assim: "... seria bom que nos fossemos preparando para um elemento final e muito importante em toda esta história: a possibilidade de, num curto espaço de tempo, o sector ficar aberto ao controlo por estrangeiros (...) quando (e se) isso acontecer, seria conveniente que a opinião pública tivesse disponibilidade para o aceitar, em vez de regressarem os fantasmas da "hipoteca" dos "interesses nacionais" à globalização. Talvez fosse esse o sinal mais importante de maturidade na nossa sociedade relativamente à aceitação das regras do mercado mundial."

Infelizmente este artigo não está (ainda) disponível on-line. Para o ler, terá de comprar a Atlântico.

O artigo do dia - Por debaixo da espuma

Mas o artigo do dia é "Opa da Sonae sobre a PT: por debaixo da espuma" escrito por Ferrari Careto, economista e especialista no sector telecomunicações, que nos explica algumas coisas fundamentais para perceber esta OPA.

"Por debaixo de toda a espuma gerada por tamanha rebentação, o que é que parece ser certo neste momento? Essencialmente três coisas; i) deixa de haver margem de manobra para a coexistência das redes de cabo e de cobre num mesmo operador; ii) passa a ser evidente que nas actuais condições de mercado é difícil assegurar uma rendibilidade razoável para mais do que dois operadores móveis e iii) é evidenciado que o modelo actual que sustenta a defesa de um grande operador português de telecomunicações está esgotado";
(...)
"Um comentário final: convém ter presente que esta OPA não é um jogo do campeonato nacional, mas antes um jogo das competições internacionais, onde por acaso duas «equipas» portuguesas se defrontam".

Leia aqui todo o artigo que vale a pena.

A frase do dia - 6 de Março

"E como é que um Governo pode defender "o interesse dos portugueses" intervindo directamente numa empresa?"
Por Sérgio Figueiredo in Jornal de Negócios.

Leia aqui o Editorial de hoje "mitologia de uma OPA" - leitura obrigatória.

De volta às notícias e comentários sobre a OPA

Como dizia o Rodrigo aqui, os blogues são como os tamagochis, se não os alimentamos morrem...
Depois de uma ausência de alguns dias, devido a vicissitudes várias, estou de volta a anunciar as últimas sobre a OPA da década.
Logo hoje, o dia em que a PT oficialmente anunciou a sua defesa.
Mas já lá vamos. Primeiro ficam as referencias ao "artigo de opinião do dia", ao "artigo de opinião do mês", e como não podia deixar de ser, à clássica "frase do dia".

Thursday, March 02, 2006

O PCP está contra a OPA

O PCP veio - e isto é uma surpresa - manifestar-se publicamente contra a OPA, ninguém esperaria que o PCP, actualmente o partido mais conservador do nosso espectro político, fosse a favor do que quer que seja.
Os argumentos são mais ou menos os mesmos usados para defender grandes conquistas como as nacionalizações de tudo e mais alguma coisa, ou os triunfos da reforma agrária que tanta glória trouxeram ao movimento socialista internacional.
O que é engraçado é ver invocar a possibilidade da inovação da PT ser travada ou o serviço público ser afectado. Na furia de repetir slogans e justificar o injustificável, o PCP esquece-se de indicar sem referir que num serviço de telecomunicações comercial sem inovação não há clientes e sem uma empresa rentável não há serviço público (seja lá o que isso for)...

Condições ou Pressupostos - uma questão de semântica?

O Público indicou ontem que, segundo o Jornal de Negócios (não deixa de ser curiosa a citação), a Sonae pretende limitar as indemnizações dos administradores da PT que venham a ser demitidos caso a OPA se concretize.
Aparentemente, diz o Público as condições da Sonae apontam para indemnizações correspondentes aos rendimentos auferidos num mandato, e em um ano de remunerações para a administração que será nomeada na assembleia geral de 21 de Abril.
Aparentemente, ciosos do seu interesse a administração da PT contestou o valor proclamando que existe uma diferença entre submeter a OPA a condições e não a pressupostos.
Independentemente do bizarro argumento, parece que a própria administração da PT - à falta de argumentos ou visão para contrariar a OPA - já se resignou a negociar as suas indemnizações.

Tuesday, February 28, 2006

Frase do dia - 27 de Fevereiro

"...esta OPA será identificada como o início da mentalidade pós-abrilista. O fim do proteccionismo entre os empregados e os empresários. O 1º fruto de um socialismo do século 19. O 2º de um corporativismo do estado novo. A partir de agora, os direitos ganham-se todos os dias no mercado. A trabalhar. Quem é bom, não tem medo. A protecção é para os velhos e doentes".
Jorge Vasconcelos e Sá, Professor de Gestão de Empresas, in Diário Económico.

Leia aqui o artigo completo.

Monday, February 27, 2006

O Comunicado de Facto Relevante

O Comunicado hoje divulgado pela Sonaecom, através do site da CMVM, não traz grandes novidades face ao que já tinha vindo a público nas várias intervenções dos responsáveis da Sonae.

Ainda assim, merece referência o seguinte:

- No móvel, o que se pertende é "fundir, consolidar, ou outra forma de integrar as operações da Optimus e da TMN". Fica assim em aberto qual a forma da fusão em causa. Várias questões se colocam neste âmbito, sendo uma delas saber se pertendem ou não ficar com todas as frequências actualmente pertencentes àqueles dois operadores;

- Nos negócios internacionais, a Sonaecom avaliará as possibilidades de "conseguir controlar as operações", nomeadamente no Brasil. Esta ideia contraria aparentemente (mas apenas aparentemente...) aquilo que tinho sido divulgado anteriormente;

- Em termos de parcerias internacionais, está subentendido que a Sonaecom gosta da parceria da France Telecom, o que pode indicar que será para manter (ou eventualmente reforçar?...);

- Em termos de Conselho de Administração, é sua intenção "garantir que a maioria dos seus membros seja constituída por pessoas designadas pela Sonaecom". Outra coisa não seria de esperar (Será um aviso ao Governo, ou ao Henrique Granadeiro?...)

- Finalmente, para descansar os trabalhadores, e em especial os sindicatos (sim, porque os primeiros pelo menos não parecem ter perdido o seu sentido de humor), a Sonaecom assegura que "cumprirá escupolosamente as responsabilidades para com o Fundo de Pensões da PT". É importante garantir que os trabalhadores vendam as suas acções...

O registo foi entregue

A Sonae entregou hoje, às 16.45h, na delegação do Porto da CMVM, o pedido de registo das OPAs sobre a PT e a PT Multimédia. Trata-se da maior operação de compra de uma empresa alguma vez realizada em Portugal.

A CMVM tem agora 8 dias úteis para se prununciar, prazo que poderá ser interrompido caso a CMVM solicite esclarecimentos. E deverá fazê-lo.
Por sua vez, as Administrações da PT e da PTM têm 8 dias corridos para se pronunciarem sobre a oportunidade e as condições da oferta. Marquem nas vossa agendas: 7 de Março.

Ver notícias aqui, aqui, e aqui.

Leia ainda o anúncio de Facto Relevante (documento de 10 páginas) publicado pela Sonaecom no site da CMVM - aqui.

Parabéns

Ao Insurgente, um dos melhores blogues da nossa praça, pelo seu 1º aniversário.
As contratações para o novo ano, que promete muitas e boas insurgências, anunciam-se aqui.

Sunday, February 26, 2006

Pereira Coutinho contra-ataca

Segundo disse o Professor Marcelo Rebelo de Sousa, nas suas Escolhas de hoje na RTP1, tudo indica que o empresário João Pereira Coutinho, dono da AR Telecom, irá lançar uma OPA concorrente sobre a PT.
O comentador referiu que, das quatro hipóteses de contra-OPAs a que se tinha referido 2 semanas antes, parece que duas já desistiram, e que, das outras duas, uma seria quase certa, "com 99,9% de probabilidade de aparecer", frisou: a de Pereira Coutinho.

Se for verdade, será interessante acompanhar a batalha Belmiro vs Coutinho. E será que a Administração da PT também classificará a nova OPA de hostil? Se pensarmos que a PT já tem uma parceria com a AR Telecom, para projectos internacionais, talvez não...
E será que Pereira Coutinho também vai querer comprar todo o grupo PT? Ou apenas a PTMultimédia?
Perguntas a serem respondidas nas próximas semanas.

A 9 de Fevereiro, o OPAeContraOPA já tinha referido a hipótese Pereira Coutinho como provável, aqui.

Saturday, February 25, 2006

Outras OPAs

Este Blog é sobre a OPA da Sonae, mas lá fora há mais OPAs.
O mundo da Energia anda agitado com a contra-OPA da E.ON sobre a Endesa. Antes tinha sido a Gas Natural a lançar uma OPA sobre a mesma empresa. Há quem diga que vai subir a parada...
Os montantes envolvidos são várias vezes superiores aos da OPA sobre a PT.
Leia este artigo para ficar a saber tudo sobre essa OPA. Assinado por quem percebe do assunto: Nuno Ribeiro da Silva.

Só faltam dois dias...

Para a Sonaecom formalizar a OPA sobre a PT junto da CMVM.
A PT terá então 8 dias para se pronunciar.
Os próximos dias serão animados...